Vamos refletir!

24.8.13


Bom, pra começar eu não iria fazer este post, mas li uma matéria no Julia Petit (aqui) e não pude deixar de comentar, pelo menos, algo sobre. Por meus prós e contras.
Depois de lerem, acredito que sentirão também uma necessidade de expressar a sua revolta, os seus pensamentos, a sua OPINIÃO! Esta, que muitos já levaram de você, de mim, mas que ainda nos resta um mínimo de bom-senso, também, para conseguirmos refletir sobre o mundo, sobre as coisas que tem acontecido em nossa volta e sobre todo esse "exército", como citou Julia, que tem sido formado em nossa volta, e que praticamente sempre, acabamos compartilhando.


Sei que parece contraditório, por o T-Shirt ter sido um blog mais de moda, que hoje evolui a cada dia, este, que tem se tornado cada vez mais um blog sobre a vida, a minha e a de pessoas com necessidades normais, defeitos comuns e inspirações humanas.


Não tenho muito a dizer, já que acredito que tudo faz parte. É normal e aceitável compartilharmos todos de uma febre tendenciosa e momentânea da moda. Afinal, quantas tendências marcaram épocas!! E isso é sim importante, é necessário e é vida!! Mas, ultimamente tudo tem sido ao extremo. Parece o fim dos tempos, se eu não tiver algo que seja o "grito da moda", como neste verão, os azulejos portugueses estampados em roupas. É LINDO! É apaixonante, eu quero, com certeza. Maas, todo mundo aqui sabe que na metade do verão, se durar até a metade, a tendência já virou piada, cafonismo e todos aqueles shorts-saia que compramos um de cada cor, já passou. E agora?


É óbvio que não se deve levar tudo ao extremo, senão como vamos viver né?!! É o máximo viver neste mundo da moda, usar roupas que são hit/tendência/the must, mas acho que o que fica para refletir mesmo, é se tudo isso faz parte de ti. Sabe?! Se realmente faz parte da tua personalidade, do teu senso. Eu, super aposto em franjas, total white, azulejos portugueses, pink, e tudo o que eu mostro pra vocês aqui, porque realmente fazem parte da minha vida, dos meus sonhos, das minhas próximas aquisições (que já adianto, são sempre muuito pensadas - que digam as pessoas que convivem comigo e que eu tento influenciar a não pagar caro $$ por algo que eu sei que não vale! rs), mas acredito que ninguém é tão perfeito, tão disposto o tempo todo, para não conseguir parar de ser tão robô, e ser um pouco humano. Para não conseguir pensar que: Não, isso não tem a ver comigo.
E olha, tenho visto muito por ai, coisas estas, que são surreais (!!), surreais mesmo pra nossa sociedade, país, faixa salarial da população brasileira #semserradicalista, e me pergunto, até quando será que vai durar? É algo que eu até concordo sim, que se deve apostar em tendências, que andar com roupas que são desejo mundial, digamos assim, é ótimo, é legal, é necessário, é humano sim, mas ser diferente, se destacar do "exército" é fenomenal, e já adianto, está super in ;)


* Mas sem neura, isso não é uma crítica, nem estou sendo hipócrita. Claro que uso tendências momentâneas (e não pago milhõe$$$ por elas!), passageiras. Uso, uso, uso atéeee não poder mais ver a peça! kk E outra, eu adepto a minha personalidade, à mim! Não uso nada daquilo que não gosto, que não me vestir tão bem ou confortavelmente. E sabe, isso é uma reflexão, pensamentos confusos, que resolvi compartilhar! #nostress #maisamor! xx

You Might Also Like

0 comentários

Amamos receber seus comentários, comente aqui: ♥

Nosso canal!

Curta nossa Fanpage